Capa Programa 2022 - Festival Giacometti Festival Giacometti 2022, Ferreira do Alentejo
QUI. 2 JUN SEX. 3 JUN SÁB. 4 JUN

Programa 2022
Festival Giacometti
2, 3, 4 de Junho - Entrada Livre

Este evento anual, acolhe para si desafios culturais ao chamar um cartaz nacional e internacional de várias expressões contemporâneas, fazendo co-habitar tradição e atitude inovadora.

música, artes, antropologia, cinema,
dança e gastronomia.

Abrir programa 2022 em formato PDF (691kB)

QUINTA, 2 JUNHO

esboço de ilustração naturalista de Rita Cortês

esboços de ilustração naturalista de Rita Cortês

OFICINA DE DESENHO

Conduzida por Rita Cortês

Os alunos da Escola EB 2,3/S José Gomes Ferreira juntam-se ao Festival Giacometti aderindo à Oficina de Desenho conduzida por Rita Cortês. Especializada em Ilustração Científica, recentemente vencedora do Prémio Internacional de Ilustração Científica e da Natureza Illustraciência, vem partilhar o seu conhecimento e experiência profissional com estudantes do 6ºC, do 8ºC e alguns do Especial.

Esta oficina é fruto de uma pareceria entre o Agrupamento Escolar de Ferreira do Alentejo e o Plano Nacional das Artes.

A primeira sessão realiza-se das 11h às 13h, e a segunda das 14h às 16h.

(1ª) 11:00
(2ª) 14:00
Escola EB 2,3/S
José Gomes Ferreira
Ervas que se comem e nos curam

esboço de ilustração naturalista de Rita Cortês

Ervas que se comem e nos curam

Exposição

À descoberta dos atributos medicinais e gastronómicos das plantas selvagens que crescem nos campos do concelho de Ferreira do Alentejo!

18:00
inauguração
Museu Municipal .
de Ferreira do Alentejo
Pimpinella de Eva Ribeira Clown

Pimpinella

Performance pelas Clowntinas com Eva Ribeiro Clown e Música de Cláudia Alves

Pimpinella é uma florista itinerante. Apaixonada por cantigas e flores, ela encontra o público na rua, a bordo do seu carrinho: um jardim musical!

Apelando ao mundo sensorial, Pimpinella utiliza diferentes objetos que hora perfumam o ar, ora trazem doçura a quem por ela passa.
Compondo versos a partir de textos recolhidos no "Herbário" de Jorge Sousa Braga, Pimpinella faz-nos mergulhar com humor no mundo das plantas, evocando canções populares que remetem ao universo das plantas e flores medicinais acompanhada pelo seu acordeão ou pelas suas sinetas musicais.

Especialista na arte do improviso, Eva Ribeiro, joga durante todo o espetáculo com os elementos que vai encontrando pelo seu caminho, conquistando o seu público por onde passa.

18:30
Museu Municipal .
de Ferreira do Alentejo
Maria do Mar -Performance

foto Vitorino Coragem

GrÃo : cOnTrA_TemPO

Concerto / Performance / Instalação
de Maria do Mar

Cantos, água, flores, folhas, terra, sementes, animais, utensílios, tecidos... Da memória viva, gravada e oferecida pela natureza se faz esta obra transdisciplinar em homenagem a Michel Giacometti e ao povo alentejano.

Na charneira da experimentação artística e da tradição popular, abrindo envolvência com a população local, a performance instrumental (solo de violino e violeta) recorre às novas tecnologias (computador, field recordings, vídeo), desenhando os rastos de algo que, como o tempo, é efémero.

21:30
PRAÇA PROF. JOAQUIM ROQUE, PEROGUARDA .

SEXTA, 3 Junho

Masterclass com Süse Ribeiro

Composição e Tecnologias da Música

Masterclass com Süse Ribeiro

A compositora, artista sonora, produtora musical e docente do ensino superior, Süse Ribeiro, vem partilhar as tecnologias do som mais recentes, as suas metodologias profissionais e vários equipamentos electrónicos com o público que vive e respira no mundo da música e da tecnologia.

Inscrições abertas a 15 participantes:
inscrever@festivalgiacometti.pt

11:00
Núcleo de Arte Sacra .
EME - Ensemble de Música Electroacústica
 EME - Süse Ribeiro e Rui Rodrigues
EME - Ensemble de Música Electroacústica

EME - Ensemble de Música Electroacústica

Concerto com Süse Ribeiro, Rui Rodrigues e Vítor Rua, vídeo de Helena Inverno

Incluindo instrumentos acústicos, electrónicos, sistemas de difusão sonora, sistemas digitais de edição, gravação, sampling e projeção de vídeo, esta obra percorre várias regiões do país com recolhas áudio representativas e idiomáticas do património imaterial.

A performatividade da improvisação em tempo real de Süse Ribeiro, Rui Rodrigues e Vítor Rua juntamente com a espacialização sonora específica define este ensemble de compositores e músicos a chegarem ao Núcleo de Arte Sacra de Ferreira do Alentejo.

EME - Composição colectiva:
Süse Ribeiro - percussão e live electronics;
Rui Rodrigues - percussão;
Vítor Rua - guitarra eléctrica;
Helena Inverno - vídeo;

18:00
Núcleo de Arte Sacra .
O Baile de Aldara Bizarro

O Baile

Dança contemporânea de Aldara Bizarro

O Baile é um projeto de dança que parte do filme O Baile (1983), dirigido por Ettore Scola, que integra participantes da comunidade que juntamente com uma equipa de bailarinos e músicos profissionais, se encarregam da interpretação do espectáculo nos campos da música e da dança.

Tal como na peça original os participantes do projeto recriam um baile, dançando e tocando música. Falam da sua vida, descrevendo-a muitas vezes com muito humor e, neste caso, centrando o texto em Ferreira do Alentejo.

Inscrições abertas a 20 participantes:
inscrever@festivalgiacometti.pt

19:30
Jardim Municipal .
Gastronomia e música com o cantador João Lota

Feliz Aniversário

com o cantador João Lota e convidados

João Lota é um cantador do Grupo Coral e Etnográfico “Os Trabalhadores” de Ferreira do Alentejo, fundado em 1947, que conta com um historial impressionante. O dia 3 de Junho de 2022 é o seu 85º aniversário e lá estaremos para celebrar a felicidade de ainda poder ouvir o seu Cante de timbre e modulação antiga.

21:00
CAFÉ JOÃO LOTA .
Concerto com Vozes d'Encante

Vozes d'Encante

Concerto com João Caldas, André Silva, Artur Silva

Este trio do novo Cante alentejano de origem ferreirense, apresenta-se pela primeira vez na Casa do Vinho e do Cante, outrora a Adega do Zé Lelito que muitos cantadores viu lá passar no tempo em que os campos estavam ausentes de máquinas agrícolas e não se conheciam músico-etnólogos.

João Caldas - voz;
André Silva - voz;
Artur Silva - guitarra e voz;

23:30
CASA DO VINHO E DO CANTE
(Entrada pela Rua João de Deus, 20) .
Performance Audiovisual  de João Maia Henriques e Eva Barrocas

foto de Eva Barrocas

Diástase

Performance Audiovisual de João Maia Henriques e Eva Barrocas

Uma obra em referência directa ao trabalho de músico-etnologia de Michel Giacometti, com filmagens realizadas no concelho de Ferreira do Alentejo.

Fumo. Terra. Carne. Um Cante antigo, máquinas e paisagens do presente. Pairamos entre arquétipos que habitam o inconsciente do território em diástase.

00:30
CASA DO VINHO E DO CANTE
(Entrada pela Rua João de Deus, 20) .

SÁBADO, 4 JUNho

Instalação com Süse Ribeiro, Rui Rodrigues e Vítor Rua

Intemporalidade

Instalação de EME - Ensemble de Música Electroacústica, com Süse Ribeiro, Rui Rodrigues e Vítor Rua, vídeo de Helena Inverno

Incluindo instrumentos acústicos, electrónicos, sistemas de difusão sonora, sistemas digitais de edição, gravação, sampling e projeção de vídeo, esta obra percorre várias regiões do país com recolhas áudio representativas e idiomáticas do património imaterial.

10:00 - 18:00
Núcleo de Arte Sacra .
Seminário com Dine Doneff e convidados

foto de Fotini Potamia

Contemporanização da Tradição

Seminário com Dine Doneff

No âmbito das questões relacionadas com as origens da cultura humana, este seminário aborda a linguística musical, a dramaturgia da música, os módulos construtores das narrativas sónicas, o desenhar de uma composição como forma de contar uma história, a improvisação e a criação artística como meio de participação-intervenção nos assuntos públicos.

11:00
Centro Cultural
Manuel da Fonseca .
Omelia Contadina - de Alice Rohrwacher

Ação-cinematográfica, 10 min.

Omelia Contadina

Filme de JR e Alice Rohrwacher
Cinema com a presença da realizadora

Acção cinematográfica realizada por JR e Alice Rohrwacher com os habitantes do planalto de Alfina em Outubro de 2019.

Quem olha para os camponeses? Quem os vê? Pequenos como sementes, gigantes como sementes, assim esta acção cinematográfica os deita à terra.

Texto e mediação Ana Eliseu

14:30
Centro Cultural
Manuel da Fonseca .
FELIZ COMO LÁZARO - Cinema de Alice Rohrwache
FELIZ COMO LÁZARO - Cinema de Alice Rohrwache
FELIZ COMO LÁZARO - Cinema de Alice Rohrwache

Longa-metragem, 120 min.

Feliz como Lázaro

Filme de Alice Rohrwacher
Cinema com a presença da realizadora

Num lugar perdido entre as montanhas áridas, para lá de um rio atravessado por uma ponte em ruínas, um grupo de camponeses - mulheres, homens, velhos, jovens, crianças - partilham, à falta de mais, as poucas camas, o pouco vinho e a pouca comida que têm. As terras são da Marquesa e trabalham para ela na plantação de tabaco. Até que, de longe, chega, invisível, o fim destes tempos.

Texto e mediação Ana Eliseu.

Prémio de Melhor Argumento - Festival de Cinema de Cannes 2018

15:00
Centro Cultural
Manuel da Fonseca .
Duo Dafka / Doneff - Mestria e improvisação nas raízes da Macedónia
Concerto com Maria Dafka e Dine Doneff

foto de Fotini Potamia 

DAFKA/DONEFF DUO

Concerto com Maria Dafka e Dine Doneff

Formado em 2011 quando Maria Dafka tinha apenas 13 anos, este duo imbuído pela tradição musical da Macedónia, expande o seu reportório com composições autorais de Doneff que emergem selectivamente das inconfundíveis raízes balcânicas.

Ritmos festivos e melodias misturam-se baladas líricas e novos arranjos que incorporam improvisações livres de abordagens contemporâneas, das quais o virtuosismo é um elemento natural.

Em 2018, o duo foi galardoado com o World Music Prize RUTH pelas suas “composições e improvisações inovadoras''.

Maria Dafka – bayan e voz;
Dine Doneff – percussão, tambura da Macedónia e voz;

18:30
Jardim Municipal .
Grupo Coral

Grupo Coral “Os Rurais”

Concerto de Cante Alentejano

Grupo Coral “Os Rurais” de Figueira dos Cavaleiros teve a sua fundação em 1976, sendo por isso um dos grupos corais de Cante Alentejano dos mais antigos do mundo.

Em 2002 houve a incorporação das vozes femininas criando assim outras tonalidades e modulações, mantendo sempre a singularidade e distinção identitária característica da Figueira dos Cavaleiros que tanto interessou o Michel Giacometti. Após os últimos anos duros e até fatais para muitos grupos corais no Baixo Alentejo, "Os Rurais" mais uma vez provam a sua tenacidade subindo ao palco para nos embarcarem numa autêntica viagem da polifonia alentejana.

21:15
Jardim Municipal .
Marta Pereira da Costa - O encontro da guitarra portuguesa

Marta Pereira da Costa

Concerto com Cante Alentejano

Guitarrista distinguida e autêntica instrumentista embaixadora, Marta Pereira da Costa, traz a sua força e sensibilidade ao encontro do Cante do Imaterial. Com a sua guitarra faz uma viagem pelas sonoridades tradicionais do fado e da música portuguesa, e na sua versatilidade ampla faz incursões delicadas e dinâmicas no chorinho brasileiro, na morna cabo-verdiana e nas músicas do mundo.

Durante a semana que antecede o festival Marta Pereira da Costa estará em residência artística para tecer a cumplicidade musical com as vozes masculinas de Ferreira do Alentejo. O Cante do Grupo Coral Os Boinas juntamente com esta grande guitarra portuguesa só advinha uma grande noite de beleza emocionante e única.

21:30
Jardim Municipal .
Banda del Comitato - Ironia e poesia italiana

La Banda del Comitato

Concerto de música italiana

Desde a sonoridade folk e cigana do acordeão, aos deslizes da guitarra e do trombone, passando pela canção ligeira italiana, esta banda propõe uma suavidade autoral de atmosfera irónica e poética.

Alice Rohrwacher - acordeão e voz;
Martina Sciucchino - voz, ukulele e percussão;
Francesco Ceccio Rosati - guitarra e voz;
Leonardo Gazzurra - trombone e poemas;
Filippo Bianchini - saxofone;
Pierluigi Gigi Barba Cinnirella - bateria e percussão;

23:00
Jardim Municipal .
Dj Ritmos Cholulteka
Dj Ritmos Cholulteka
Dj Ritmos Cholulteka

Ritmos Cholulteka

DJ Set com Bruno Salgado Zayas

A mistura de raízes autóctones mexicanas com sentimentos latino-americanos populares marcam a proposta musical e "bailanguera" dos Ritmos Cholulteka. Com a cumbia no coração e na alma, mais o mote da partilha sonora profunda e energética , celebra-se uma interação sonora com o público, num espaço de festividade dos ritmos da interculturalidade, das batidas eletrônicas e das sonoridades balcânicas e africanas.

00:00
Jardim Municipal .